domingo, 21 de março de 2010

A declaração pós-suor


Declaração pós-suor de um domingo de chuva.
Ele a olha com carinho, fala que quer ficar com ela, até ficar de cabelos brancos, bem velhinho. Quer ter pé de tomate, pé de laranja, uma horta pra não precisar ir à feira e um album de fotografias.
Ela o abraça. Suspira e ri dizendo: o quarto está com o cheiro da gente.
Lá fora fazia frio, na cama havia calor.





4 comentários:

  1. E é o que eu quero pra nós. Talvez um tereno no mato, só nosso, perto de algum riacho, cercas brancas e uma macieira com banquinhos ao redor... Quando te olho e te beijo, é tudo verdadeiro, por isso levo meu futuro na cabeça conosco lá.


    te amo.

    ResponderExcluir
  2. "Tem momentos em que a gente tem certeza que é feliz. E é".

    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. No entanto, qualquer besteira dita nesss horas é fatal, rs.

    ResponderExcluir
  4. Convite
    O livro "Continuando assim..." foi maltratado...

    Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história
    Lá no …. Continuando assim…
    www.continuandoassim.blogspot.com

    O livro reescrito não está igual (nem poderia!) ao que foi editado.
    Obrigada a todos os que vão seguindo (pois só assim vale a pena).
    Um obrigada especial a quem ainda não conhece e chega de novo

    Uma reflexão em relação a todo este assunto entre livros, autores e editoras, e um conselho, se me é permitido:

    --- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
    BJ
    Teresa

    ResponderExcluir