domingo, 3 de outubro de 2010

Política de merda.


Em dia de eleição sou obrigada assim como o resto deste país a votar. Juro que um dia vou entender essa democracia de merda que vivemos.

[Voz de vendedor de balas de ônibus e trens]

Senhores blogueiros. Eu podia ta dormindo, eu podia ta transando, mas eu tô aqui votando!!!

Esse palhaços de terno acham que eu não tenho o que fazer?! Querem foder o Brasil e a minha paciência!


Nota: mamãe queria pra eu votar num cara porque ele fez uns 4 quilômetros de asfalto no interior, daí lógico quis saber também se ele era aliado de José Sarnento, Rosengana e família. O diabo era. Num votei, ela ficou meio emburrada. Pena que muita gente entende como favor o flagelo público do clientelismo.

4 comentários:

  1. Hahaha, adorei! Concordo com tudo isso, querida.
    Genial!

    =)

    ResponderExcluir
  2. É nêga, vai vendo.

    A gente TEM QUE votar ao invés de ter escolha de votar^^.

    beijo!

    ResponderExcluir